CAPOEIRA LIEDER

IMG-20140603-WA0009.jpg

vim no navio de arunada

 

Vim no navio de Aruanda, Aruanda ê
Vim no navio de Aruanda, Aruanda á
Porque me trouxeram de Aruanda
Pra que me trouxeram de Aruanda
Vim no navio de Aruanda, Aruanda ê

Vim no navio de Aruanda, Aruanda ê
Vim no navio de Aruanda, Aruanda á
Porque me trouxeram de Aruanda
Pra que me trouxeram de Aruanda
Vim no navio de Aruanda, AruandA ê

Tamo Junto Misturado

Tamo junto misturado
Quando Berimbau tocar
Me diga quem é você
Vamos vadiar

Tamo junto misturado
Quando Berimbau tocar
Me diga quem é você
Vamos vadiar

Me diga quem é você
Vamos vadiar

Mano meu camarada
Irmão pra vida inteira
Com certeza é presente de Deus essa linda Capoeira

Tamo junto misturado
Quando Berimbau tocar
Me diga quem é você
Vamos vadiar

Chega junto devagar
Sabendo como chegar
Quem já deu a volta ao mundo pisa no chão devagar

Tamo junto misturado
Quando Berimbau tocar
Me diga quem é você
Vamos vadiar

Me diga quem é você
Vamos vadiar

 

Aqui é Minha casa

 

Aqui é Minha casa

Minha Varanda

Meu dendê

 

Meu Chapéu de Palha

Minha Massapê

 

Cada um tem sua história

é bom respeitar

para conquistar minha varanda

não foi fácil camará

 

Aqui é Minha casa

Minha Varanda

Meu dendê

 

Meu Chapéu de Palha

Minha Massapê

 

se não sabe a minha história

Entre aqui vou te contar

tem berimbau, pandeiro e atabaquê

para tocar na parede

um quadro de carybe que mandei pintar

e minha varanda é de frente pro mar.

Lembrança De Bimba

Quando eu toco meu pandeiro

No terreiro de jesus

Quando eu toco meu pandeiro

No terreiro de jesus

Eu me lembro de mestre bimba

Ajoelhádo ao pé da cruz

Eu me lembro de mestre bimba

Ajoelhádo ao pé da cruz

A capoeira

De bimba

A regional

De bimba

São bento grande

De bimba

Ajoelhádo ao pé da cruz

A desprezada

De bimba

Toque de iuna

De bimba

A cavalaria

De bimba

Mestre bimba foi maior

Eh, eh, eh Mestre bimba foi maior

Eh, eh, eh Mestre bimba foi maior

Berimbau bateu

Dois Capoeiras rezava agachado
Ao pé do berimbau

Dois Capoeiras rezava agachado
Ao pé do berimbau


Berimbau bateu, Camafeu
Chamou pra jogar (Coro)


Olha a mulata dos olhos verdes
E saia rendada


Olha a mulata dos olhos verdes
E saia rendada

Berimbau bateu, CamafeuChamou pra jogar (Coro)


Água de côco
Colar de conchas e um patuá


Água de côco
Colar de conchas e um patuá

Berimbau bateu, CamafeuChamou pra jogar (Coro)

 

já é tardinha
O mercado vai fechar
Capoeira vai/sai pra rua
a roda vai comerca

Dá licença moço, dá licença
eu quero passar


Dá licença moço, dá licença
eu quero passar

 

Prepare o arame enverga a madeira de jequitibá

Traz a moeda cabaça, e um caxixi da feira que eu quero tocar

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços e fitas e as conchas do mar

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços de fita e as conchas do mar

 

Eu enfrento o sereno

Desfaço o veneno dessa solidão Rezo São Bento Grande, São Bento Pequeno

Conforme a razão

Na roda o medo não fala Moleque aprenda a lição

Coragem nunca se cala

Vence quem tem coração

Com os pés na Senzala

Negro se ajoelha Fazendo oração

 

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços de fita e as conchas do mar

 

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços de fita e as conchas do mar

 

Vem menino vem, ô vem descendo a ladeira

No cais dourado vai ter Capoeira pra matar

Dança morena faceira, vadeia na beira do mar

Preto velho lisongeiro, vem da Gameleira Chegou aqui pra jogar

 

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços de fita e as conchas do mar

 

Meu berimbau ê ê

Meu berimbau meu camarada

Ele é enfeitado com lenços de fita e as conchas do mar